Processo de importação

Importando assets no Godot 3.0+

Anteriormente, a importação de assets no Godot 2.x exigia a manutenção manual de um diretório separado com assets de origem. Sem isso, era impossível especificar como converter e alterar os sinalizadores de importação para texturas, arquivos de áudio, cenas, etc.

In Godot 3.0+, we use a more modern approach to importing: Simply drop your assets (image files, scenes, audio files, fonts, etc) directly in the project folder (copy them manually with your OS file explorer). Godot will automatically import these files internally and keep the imported resources hidden in a res://.import folder.

Isto significa que ao tentar acessar assets importados através de código você precisa usar o Resource Loader, pois ele levará automaticamente em conta onde os arquivos internos são salvos. Se você tentar e acessar um asset importado utilizando a classe File ele irá funcionar no editor, mas quebrará no projeto exportado.

No entanto, o Resource Loader não pode acessar arquivos não importados, apenas a classe :ref:`File <class_File>`pode.

Alterando Parâmetros de Importação

Para alterar os parâmetros de importação de um asset no Godot (novamente, lembre-se de que os parâmetros de importação estão presentes apenas nos tipos de recursos não nativo do Godot) selecione o recurso relevante na dock do sistema de arquivos:

../../../_images/asset_workflow1.png

Em seguida, depois de ajustar os parâmetros, pressione "Reimportar". Os parâmetros utilizados serão apenas para este asset e serão usados em futuras reimportações.

Alterar os parâmetros de importação de vários assets ao mesmo tempo também é possível. Basta selecionar todos eles juntos na dock de recursos e os parâmetros expostos serão aplicados a todos eles ao reimportar.

Reimportando múltiplos assets

Ao trabalhar em um projeto, você pode descobrir que vários assets precisam ter os mesmos parâmetros alterados, como a ativação de mipmaps, mas você só quer que esses parâmetros específicos sejam alterados. Para fazer isto, selecione todos os assets que você quer reimportar no sistema de arquivos. Na aba de importação agora haverá uma caixa de seleção à esquerda de cada parâmetro de importação.

../../../_images/reimport_multiple.png

Marque a caixa de seleção dos parâmetros que você deseja alterar nos seus assets importados e, em seguida, altere os parâmetros normalmente. Finalmente, clique no botão de reimportação e todos os assets selecionados serão reimportados apenas com esses parâmetros alterados.

Reimportação Automática

Quando a soma de verificação MD5 do ativo de origem for alterada, Godot executará uma reimportação automática, aplicando a predefinição configurada para esse asset específico.

Arquivos gerados

Importing will add an extra <asset>.import file, containing the import configuration. Make sure to commit these to your version control system!

../../../_images/asset_workflow4.png

Additionally, extra assets will be preset in the hidden res://.import folder:

../../../_images/asset_workflow5.png

Se algum dos arquivos presentes nesta pasta for apagado (ou a pasta inteira), o asset ou assets serão reimportados automaticamente. Dessa forma, fazer o commit desta pasta para sistema de controle de versão é opcional. Pode poupar tempo na reimportação ao fazer o check-out em outro computador, mas leva consideravelmente mais espaço e tempo de transferência. Escolha seu veneno!

Alterando o tipo de recurso de importação

Alguns assets de origem podem ser importados como tipos diferentes de recursos. Para isso, selecione o tipo relevante de recurso desejado e pressione "Reimportar":

../../../_images/asset_workflow2.png

Alterando parâmetros de importação padrão

Diferentes tipos de jogos podem exigir padrões diferentes. Alterar os padrões por projeto pode ser obtido usando o menu "Predefinição..". Além de alguns tipos de recursos que oferecem predefinições, a configuração padrão também pode ser salva e apagada:

../../../_images/asset_workflow3.png

Simplicidade é a chave!

Este é um fluxo de trabalho muito simples, que deve levar muito pouco tempo para se acostumar. Também impõe uma maneira mais correta de lidar com recursos.

Existem muitos tipos de recursos disponíveis para importação, portanto, continue lendo para entender como trabalhar com todos eles!