Sistemas de Controle de Versão

Introdução

Godot tem como objetivo ser amigável ao SCV e gerar arquivos legíveis e mescláveis em sua maioria. Godot também suporta o uso de sistemas de controle de versão no próprio editor. No entanto, o SCV no editor requer um plug-in para o SCV específico que você está usando. O SCV pode ser configurado ou encerrado no editor em Projeto > Controle de Versão.

../../_images/version_control_menu.png

Plugin oficial do Git

Using Git from inside the editor is supported with an official plugin. You can find the latest releases here. Documentation on how to use the Git plugin can be found here.

Arquivos para excluir do SCV

Existem algumas pastas que o Godot cria e que você deve ignorar em seu SCV:

  • .import/: Esta pasta armazena todos os arquivos que importa automaticamente com base em seus assets-fonte e seus sinalizadores de importação.

  • *.translation: Estes arquivos são traduções binárias importadas geradas a partir de arquivos CSV.

  • export_presets.cfg: Este arquivo contém todas as predefinições de exportação para o projeto, incluindo informações sensíveis como credenciais de keystore do Android.

  • .mono/: Esta pasta armazena arquivos Mono gerados automaticamente. Ela só existe em projetos que usam a versão Mono do Godot.

Trabalhando com Git no Windows

A maioria dos clientes Git para Windows são configurados com o core.autocrlf definido como true. Isso pode fazer com que os arquivos sejam desnecessariamente marcados como modificados pelo Git devido ao término de sua linha ser convertido automaticamente. É melhor definir esta opção como:

git config --global core.autocrlf input